28 janeiro 2009

"O Rapaz do Pijama às Riscas"- o filme

Outra vez? Devem estar vocês a pensar. Não foi engano, nem falta de assunto. Queremos agora falar-vos não do livro, mas sim do filme.
Com realização e argumento de Mark Herman, este filme apresenta-nos um rapaz de oito anos, Bruno, o protegido filho de um agente nazi cuja promoção leva a família a sair da sua confortável casa em Berlim para uma despovoada região onde Bruno não encontra nada para fazer nem ninguém com quem brincar. Esmagado pelo aborrecimento e traído pela curiosidade, Bruno ignora os constantes avisos da mãe para não explorar o jardim, por detrás da casa, e dirige-se à quinta que viu ali perto. Nesse local, Bruno conhece Shmuel, um rapaz da sua idade que vive numa realidade paralela, do outro lado da vedação de arame farpado. O encontro de Bruno com este rapaz de pijama às riscas vai arrancá-lo da sua inocência e resultar no despontar da sua consciência sobre o mundo adulto que o rodeia. Os repetidos e secretos encontros com Shmuel desaguam numa amizade com consequências inesperadas e devastadoras. Se já leram o livro, que tal uma escapadinha para ver o filme? Aqui ficam algumas imagens para "abrir o apetite"!
CC

25 janeiro 2009

"Crepúsculo"

Isabela Swan vai morar com o pai numa nova cidade, depois que sua mãe decide casar-se novamente. Na nova escola fica fascinada por Edward Cullen, um colega que esconde um segredo obscuro, partilhado por toda a família. O amor é inevitável mas Edward sabe que, quanto mais avançam no relacionamento, mais ele está colocando Bella e os que a rodeiam em perigo. Quando ela descobre que Edward é, na verdade, um vampiro, age contra todas as expectativas sem medo da sede de sangue de seu grande amor, mesmo sabendo que ele pode matá-la a qualquer momento.
Baseado nos livros 'Twilight', que em Portugal receberam o título 'Crepúsculo', já venderam mais de 5 milhões de cópias no mundo. Curiosos? Leiam o livro e vejam o filme.
CC

21 janeiro 2009

"Apanhados a ler"

A Biblioteca Lima de Freitas está a promover um Concurso de Desenho, Pintura e Fotografia destinado a todos os alunos do Agrupamento, Professores, Funcionários e Encarregados de Educação. Pretende-se estimular o gosto pela leitura, criatividade e promover a sua divulgação. Mais informações na Biblioteca da Escola Lima de Freitas. Não se atrasem pois a vossa participação é fundamental e contamos com ela.
CC

Promoção da leitura


Decorre nos dias 22 e 23 de Janeiro na Fundação Calouste Gulbenkian, Casa da Leitura, o Congresso Internacional de Promoção da Leitura. Com o tema formar leitores para ler o mundo este encontro é um projecto que pretende seguir as áreas da literatura infanto-juvenil, as questões teóricas da leitura enquanto processo de conhecimento e as boas práticas e estratégias de promoção da leitura. Assim, na sequência dos objectivos da Casa da Leitura, trata-se de acrescentar eficácia ao desenvolvimento de projectos e políticas de formação de leitores competentes. Formar leitores competentes é, pois, a linha orientadora do Congresso: as políticas, estratégias, metodologias e instrumentos para a formação de novos públicos leitores como fio condutor e unificador de todas as temáticas abordadas.
CC

15 janeiro 2009

"Leituras e Companhia"


A Equipa da Biblioteca da Escola Secundária Lima de Freitas gostaria de começar este novo período e o ano de 2009 agradecendo a todos os que participaram na 1ª edição deste ano lectivo, decorrida em Novembro de 2008. Aproveitamos o momento para expressar o nosso orgulho e incentivo aos alunos Ana Alves, Paulo Camolas e Rui Cotrim, equipa do escalão C (3º ciclo) e Cátia Luz, André Graça e Ruben Gomes, escalão D (Secundário). Os vencedores irão representar a nossa escola na final distrital que terá lugar na Biblioteca Municipal de Alcochete.

12 janeiro 2009

"A Menina que Roubava Gargalhadas"


Este livro conta a história de uma menina chamada Laura que gostava de gargalhadas e, portanto, tinha como passatempo preferido roubar gargalhadas aos outros meninos. Um dia, no jardim, a Laura entrou num buraco grande duma árvore e foi ter a uma floresta. Ela viu-se presa naquele lugar, mas o que mais a assustava era a noite e não ter os pais por perto. Por isso, pediu à Lua que lhe trouxesse os pais, e esta colocou a hipótese de os trazer transformados em borboletas, mas Laura não queria os seus pais assim e não aceitou, pois achou que não seriam felizes. Adormeceu e, quando acordou, estava nos braços dos pais. A partir daí, nunca mais precisou de roubar gargalhadas a ninguém.
Esta é uma história muito divertida e com uma moral: para fazer o que gostamos/queremos não é preciso magoar os outros.
Vanessa Fonseca, 11ºA (monitora da BE)