31 maio 2009

Inkheart (Coração de Tinta)

Conheces este filme que nos fala sobre livros? Sim, leste bem! Livros! Eu conto:a personagem feminina, Maggie, achava que tinha uma vida muito chata e achava que as aventuras so aconteciam nos livros que costumava ler. Um dia, como que por magia, os seus pedidos foram atendidos. Seu pai, Mo, com quem vivia depois do desaparecimento da mãe, esconde um estranho segredo - ele é capaz de tornar reais os personagens das obras, quando lê em voz alta. Esta habilidade pode estar relacionado com o desaparecimento da mãe de Maggie mas, antes que a menina descubra mais, o vilão Capricórnio surge das páginas de "Coração de Tinta" em busca dos poderes de Mo para realizar seus planos. Agora, o que fazer? Como descobrir o paradeiro da mãe de Maggie? Curiosos?
CC

27 maio 2009

A História Interminável

Tudo começa quando Bastian Baltasar Bux entra numa estranha livraria e se sente na obrigação de roubar um livro cor de cobre, enclausurando-se no sotão da sua escola para o ler.
O livro que Bastian roubou fala sobre Fantasia, um Mundo mágico que é governado pela Imperatriz Criança, mas esta está a morrer e Fantasia está a morrer com ela.
Após uma longa e árdua busca, Atreiú, o enviado da Imperatriz Criança, descobre de que doença esta padece e qual a sua cura. Esta necessita de um novo nome e apenas um filho de homem a poderá salvar.
À medida que Bastian lê as aventuras de Atreiú torna-se também parte da história, descobrindo que só ele tem o poder para salvar a Imperatriz e Fantasia.
TV

14 maio 2009

"O Fogo e as Cinzas"

O Fogo e as Cinzas, publicado em 1951, é um dos mais significativos livros de contos da moderna literatura portuguesa, onde a arte de Manuel da Fonseca atinge a perfeita maturidade, revelando-se então um escritor de tendência regionalista e de funda preocupação humana, que retrata a vida pobre dos trabalhadores rurais das planícies alentejanas, dando especial realce à sua luta contra a injustiça. Os contos são acerca de um Alentejo dos anos 40 e 50, rústico e em decomposição. Falam das gentes de uma terra maravilhosa mas pobre: esse Alentejo de há muitas décadas, que assistia aos primeiros passos de um progresso lento. As personagens são crianças, velhos, camponeses, habitantes de pequenas vilas ou cidades, alguns deles condenados à exclusão pela pobreza ou pelo esquecimento - cenas de um passado que em alguns casos se prolongaram até ao presente. Os contos seleccionados para o ESCALÃO C neste último momento do concurso são: " O Largo", "O Fogo e as Cinzas", "A Harpa", "Amor Agreste", "O retrato". Cá vos esperamos na primeira semana de Junho.
CC

13 maio 2009

Concurso Leituras & Companhia

Aproxima-se o fim do ano ano lectivo e, com ele, a última sessão do Concurso Leituras & Companhia. Desta vez, para o escalão D, foi seleccionada a obra do autor Mia Couto, Estórias Abensonhadas. Se o romance deste autor moçambicano nos transporta frequentemente para o universo trágico da guerra, estas breves estórias são flagrantes do renascer do país, depois da assinatura do Acordo de Paz. Em todas as estórias se reconhece o trabalho profundamente pessoal de recriação da linguagem, o aproveitamento literário da fala popular moçambicana e o pleno exercício da poesia. Para o concurso foram seleccionados os seguintes contos: "Na esteira do parto";"O cachimbo de Felizbento";"Noventa e três"; "Pranto de coqueiro";"Sapatos de tacão alto". Boas leituras.
CC

07 maio 2009

Carla Maia de Almeida

Foi com grande prazer que o Agrupamento Lima de Freitas recebeu a escritora Carla Maia de Almeida no dia 5 de Maio.
Num primeiro momento a escritora foi recebida na EB1 do Viso pelas turmas do 1º ciclo, onde foi "entrevistada" e recebida com muita curiosidade. A visita concluiu-se na nossa escola onde a escritora foi recebida pelo 5ºA e pelo 5ºB com grande curiosidade e nervosismo. Diferentes foram os tipos de trabalhos realizados pelos alunos, todos eles muito interessantes e todos de agrado manifesto da escritora. Foi uma tarde bem passada e, sem dúvida, muito diferente.
CC

A Arte na Nossa Escola

E a nossa biblioteca novamente se encheu de cor e de alunos de diferentes ciclos. Desta vez contámos com a presença da pintora Dília Samarth, para dinamizar a actividade "A Biblioteca no quadro de Vieira da Silva", na qual participaram as turmas do 2º B (EB1 do Viso) e 10ºE (ES Lima de Freitas). Através da música, primeiro clássica e depois africana, a pintora procurou estimular os sentidos dos nossos artistas auxiliando-os na busca da inspiração. O resultado ficou excelente e podem apreciá-lo na nossa Biblioteca.
CC