Mês Internacional das Bibliotecas Escolares

28 outubro 2010

Associação Artística Andante: Anatomias

“Dois detectives procuram descobrir o criminoso que tem roubado e adulterado as palavras dos livros. Fazem-no perante uma turma, contando com a sua participação para acelerar a descoberta. Para que esta procura surta algum efeito, os alunos terão que... ler. Assim mesmo: leitura. Em silêncio e em voz alta, recriando as situações e personagens propostas ou fazendo jogos simples que ajudam a criar competências leitoras.” http://www.andante.com.pt/anatomias.html

E foi o que aconteceu na Biblioteca Municipal de Setúbal, com o 6º B. Os alunos ajudaram a procurar o ladrão das palavras utilizando pistas que proporcionaram uma viagem através de livros e autores. Leram e representaram, riram e, no fim, ficaram na dúvida sobre a realidade daquela investigação! Seria mesmo verdade? Até ouviram a Clara de Sousa, jornalista da SIC, a noticiar o roubo de palavras a livros da Biblioteca Nacional!

27 outubro 2010

A nossa biblioteca

Sempre gostei muito de ler. E de bibliotecas. As bibliotecas são lugares mágicos, silenciosos (às vezes..) onde somos levamos quase instantaneamente para o reino da imaginação, da evasão. Gosto muito de ver livros todos arrumadinhos, para serem consultados mais facilmente. Hoje em dia, existem videos e computadores, mas não há nada que substitua um bom livro.
Um livro representa uma janela para uma outra dimensão, onde pensamentos, emoções, alegrias, tristezas, se encontram cristalizadas num conjunto de folhas, que se materializam num livro.
A nossa biblioteca não constitui excepção. Ampla, arejada e sempre com pessoal simpático e disponível. Desde a D. Hélia, que é uma profissional muito competente, passando por um conjunto de professores, e pelos alunos que a frequentam. Todos contribuem para que seja um local atraente e apelativo.
Mas não só. É um local muito dinâmico, sempre com actividades muito interessantes.
É pena que os alunos, à medida que vão crescendo, vão deixando de aparecer na biblioteca.
O que é uma contradição. Quando crescemos, devemos sentir cada vez mais o gosto pela leitura.
A leitura deve ser encarada como uma necessidade, tal como ver, pensar, comer, dormir.
Nunca poderemos criar cidadãos inteligentes, informados e cultos sem a leitura. E sem as bibliotecas.

Baci Giovanni Licciardello
  

25 outubro 2010

E porque hoje é o dia das Bibliotecas Escolares...

...a nossa biblioteca realizou um Bibliodesafios, com alunos do 6º ano. Procuraram livros, inventaram quadras, procuraram por instruções escondidas, decifraram enigmas e, até enfiaram a mão numa caixa mistério... o Halloween aproxima-se!












Quem procura...                                                       Encontra!?           

22 outubro 2010

Impressões sobre o Encontro com a Escritora Lina Tâmega Peixoto e os alunos do 7º Ano












No espaço da Biblioteca, ao qual já nos habituámos a associar surpresa, encantamento e diversão, hoje aconteceu algo especial.
Com base no livro de poemas Os Bichos da Vó, os alunos das turmas 7+1, com o apoio imprescindível das professoras Sandra Branco, Silvina Vale e Dina Chora, fizeram leituras a partir das quais surgiu Arte: poesia, dramatização, declamação e ilustração.
A poeta, crítica de poesia e também professora, Lina Tâmega Peixoto elogiou-os, emocionou-se e prometeu escrever sobre aquele “momento raro da [sua] vida”, para “tornar eterno o que é efémero”.
Contou que o livro foi ilustrado pela sua neta, Mônica, e respondeu às questões que os alunos lhe iam colocando, sempre com carinho, emoção e poesia.
Foi uma verdadeira Aula, com uma professora excepcional, que evocava reconhecida o tio Cidade (Hernâni Cidade) e Cecília Meireles.

Eis alguns “apontamentos”:

– “Fazer poemas é mais uma forma de viver.”

– “Escrever não é intuitivo, é artesanato.”

– “O melhor do mundo é entrar em delírio com o que se faz.”

– “A minha mão é a extensão da minha vida.”

– “O ponto final é o chichi gráfico.” (verso de um poema de Os Bichos da Vó)

– “A literatura é a capacidade de nos organizarmos esteticamente na vida; uma forma de aprender, de crescer por dentro, amar, viver a vida, [de sermos] pessoas amáveis (com capacidade de amar).

– “Nós somos o que lemos.”

À Andresa, ao Christian, à Beatriz, ao João… deixou uma mensagem: “Eles não sabem, mas há poetas aqui…”.
Quis saber nomes, autografou de forma única cada livro que ofereceu.
Uma palavra de reconhecimento à nossa bibliotecária, a professora Maria João Pereira, pelo apoio a esta iniciativa e pela forma como orientou a sessão. Agradecemos também à professora da Faculdade de Letras de Lisboa, doutora Vânia Chaves, pela presença e pelas sugestões para futuros encontros com escritores do outro lado do Atlântico.
Sophia de Mello Breyner, na sua Arte Poética IV, recorda Pessoa: “Aconteceu-me um poema”.
Hoje, na BE, aconteceu POESIA!
                                                                                                                                      AP

11 outubro 2010

Sugestões na net

Sabemos o quanto gostam de "passear" pela internet. Já vos aconteceu de vos apetecer espreitar algo diferente para além do habitual, para além do mesmo de todos os dias? Sabemos que sim, apesar de estarem para aí a abanar a cabeça a fingir que não! Aqui ficam duas sugestões. Esta primeira poderá dizer-se que é uma página dedicada a diversos clubes de leitura onde podem, por exemplo, aprender a organizar um clube.  O endereço é http://www.clubedaleitura.com/ . A segunda sugestão é um pouco diferente: é um cantinho para viciados em leitura. Sugestões de leitura, nem todas são novidades, mas todas são preciosidades. O endereço? http://leitura-constante.blogspot.com/ . Vale a pena espreitar, não perdem nada, muito pelo contrário. Bons passeios e boas leituras .
CC

Mário Vargas Llosa - Nobel da Literatura 2010

O escritor peruano Mario Vargas Llosa, 74 anos, é o Prémio Nobel da Literatura de 2010, foi anunciado dia 7 deste mês em Estocolmo pela Academia Sueca. Mario Vargas Llosa recebe o 103.º Prémio Nobel da Literatura, atribuído pela primeira vez em 1901. É o 11.º autor de língua espanhola a receber a distinção, depois de laureados como Camilo Jose Cela (1989), Gabriel Garcia Marquez (1982), Pablo Neruda (1971) ou Gabriela Mistral (1945). O autor de língua espanhola que mais recentemente venceu o Nobel literário foi o mexicano Octavio Paz, em 1990.
Muitos foram os livros de Vargas Llosa publicados em Portugal, deixamos aqui alguns títulos:
"A Guerra do Fim do Mundo" (Bertrand, 1984)
"História de Mayta" (D. Quixote, 1987)
"A cidade e os cães" (Europa-América, 1977/ Dom Quixote, 2002)
Segundo Mário Vargas Llosa, "A literatura não é algo que nos faça felizes, mas ajuda-nos a defendermo-nos da infelicidade"
CC

06 outubro 2010

Mês Internacional das Bibliotecas Escolares



No âmbito do Mês Internacional das Bibliotecas Escolares vão ser desenvolvidades várias actividades, nas bibliotecas do nosso Agrupamento. Visitas para os mais novos, bibliopaper, teatro, com a Associação Artística Andante,  um encontro com a escritora brasileira, Lina Tâmega Peixoto. Estas serão algumas das nossas iniciativas. Estejam atentos, que nós vamos dando notícias.

20 anos de Biblioteca Escolar

No âmbito das atividades de comemoração do Mês Internacional das Bibliotecas Escolares, na BE da Lima de Freitas, encontra-se em exposição...