28 maio 2013

Mia Couto ganha Prémio Camões

A qualidade não pode ser ignorada. Esta é uma verdade indiscutível e, já mais de uma vez, aqui falamos deste escritor, dos seus livros e, inclusivamente, para além de os recomendarmos para sugestões de leitura,
os utilizamos para os nossos concursos. Desta vez falamos dele para destacar o seu merecido reconhecimento internacional, ao ser distinguido ontem no Rio de Janeiro com o Prémio Camões. Este prémio foi criado em 1988 por Portugal e pelo Brasil, no valor de cem mil euros e já foi atribuído a diferentes figuras tais como ao brasileiro Dalton Trevisan (2012) e ao português Manuel António Pina (2011). Pela segunda vez, o prémio é atribuído a um moçambicano, depois de José Craveirinha (1991). O júri valorizou a "vasta obra ficcional caracterizada pela inovação estilística e a profunda humanidade"  de Mia  Couto. Parabéns.
CC

Sem comentários:

Dia Internacional da Paz

ia Internacional da Paz Esta iniciativa mundial foi estabelecida pelas Nações Unidas em 1981 e foi comemorada pela primeira vez em setemb...