Mês Internacional das Bibliotecas Escolares

04 outubro 2013

A nossa primeira contribuição....

Numa aula de Português pediu-se um texto sobre uma memória afetiva. Não posso deixar de partilhar isto convosco.
"Normalmente as pessoas faziam este texto sobre os pais ou alguém que esteve lá para os abraçar ,etc. Mas eu não. Eu vou falar de alguém que me ajudou com as palavras, com a música. Este alguém que, quando morreu, me fez derramar lágrimas até não poder mais. Pode parecer estranho mas, de certa forma, foi o único que esteve sempre lá para mim, aquele homem coberto de tatuagens e anormalmente anorético. Aquele que passou por dificuldades parecidas às minhas e ao contar a sua opinião me ajudou como ninguém. Bastava colocar os fones e deixar que ele e só ele me entendesse. Acalmou-me quando precisei dele e impediu-me as lágrimas como ninguém. Muitos não entendem como é sentir um impacto tão grande por alguém que nem nos conhece e, talvez nem eu entenda, mas aconteceu. Ainda hoje, quando estou num dia mau, oiço-o. Relaxa-me, acalma-me, percebe-me... percebe-me como só ele faz. RIP M.A.L" Laura, 9ºB

Sem comentários:

Exposição Dia Internacional dos Direitos Humanos

Exposição de trabalhos do 9º E (Mundo Atual) e do 12º E (Psicologia) para lembrar o DIA INTERNACIONAL DOS DIREITOS HUMANOS. Registo de pal...